Brasil tem quase 4 milhões de mulheres a mais que homens

Dom, 01 de maio de 2011

País está mais cheio de mulheres.

A diferença entre o número de mulheres e homens na população aumentou nos últimos 10 anos, informou nesta sexta-feira o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que divulgou os primeiros resultados definitivos do Censo 2010, realizado entre agosto e outubro de 2010, em 5.565 municípios brasileiros.

Atualmente, há 96 homens para cada 100 mulheres. Em 2000, eram 96,9 para casa 100 mulheres. No total, o Censo contabilizou 97.348.809 mulheres e 93.406.990 homens no País. Em 2010, a população feminina brasileira ultrapassou em 3,9 milhões a masculina.

A região Norte é a única que apresenta em sua composição populacional o número de homens superior ao de mulheres. A região Centro-Oeste revelou uma quantidade de 98,6 homens para cada grupo de 100 mulheres, o que não ocorre de forma homogênea, já que essa região contém o Estado com a maior razão de sexo do País, Mato Grosso (com 104,3 homens para cada 100 mulheres), e a segunda menor, que é o Distrito Federal, com apenas 91,6 homens para cada 100 mulheres. O Estado que apresenta a menor razão de sexo é o Rio de Janeiro (91,2 homens para cada 100 mulheres), o que de certa forma influencia na razão de sexo da região Sudeste, que é de 94,6 homens para cada 100 mulheres. As regiões Sul e Nordeste têm razão de sexo de 96,3 homens para cada 100 mulheres, e 95,3 homens para cada 100 mulheres, respectivamente.

O Censo também apontou que cerca de 80% dos municípios com menos de 5 mil habitantes têm mais homens do que mulheres em suas populações. Em compensação, todos os municípios com mais de 500 mil habitantes tem mais mulheres do que homens.

O Estado de São Paulo apresenta os extremos quando o assunto é razão de sexo. Enquanto em Santos, no litoral sul, 54,24% da população é do sexo feminino, a pequena cidade de Balbinos, de 3.702 habitantes, tem 3.002 homens e 700 mulheres. A explicação para essa discrepância está no fato da cidade contar com duas penitenciárias que somam mais de 2 mil detentos.

Fonte: IG

Comentários

  • (Nenhum comentário enviado)

Poste aqui seu comentário*


Concordo com os termos de comentário*

Termos de Uso dos Comentários*

Seu comentário irá passar por aprovação editorial antes de ser exibido.

Este é um espaço de diálogo e troca de conhecimentos que estimula a diversidade e a pluralidade de ideias e de pontos de vista.

O teor dos comentários deve ser sensato e moderado. Não publicamos comentários com xingamentos, uso de palavras de baixo calão, ofensas ou que incitem à intolerância ou ao crime.

Os comentários devem ser pertinentes ao tema da matéria e aos debates que naturalmente surgirem.

Mensagens que não atendam a essas normas serão deletadas - e o comentarista que habitualmente as transgredir poderá ter interrompido seu acesso ao link de comentários deste Portal.

O autor do comentário deve ser identificado com nome, sobrenome, cidade de origem e e-mail correto.