Inscrições para CNH Social são abertas nesta quarta-feira

Cursos de motorista sem custos vão beneficiar 7 mil gaúchos de baixa renda

Qua, 06 de novembro de 2013

Estão abertas, a partir desta quarta-feira, as inscrições para tirar Carteira Nacional de Habilitação via projeto CNH Social por meio dos Centros de Formação de Condutores (CFCs).

Estão abertas, a partir desta quarta-feira, as inscrições para tirar Carteira Nacional de Habilitação via projeto CNH Social por meio dos Centros de Formação de Condutores (CFCs).

Nesta terça-feira, no Palácio Piratini, o diretor-presidente do Detran/RS, Leonardo Kauer, assinou o edital que garantirá o benefício a 7 mil gaúchos, que podem pleitear primeira habilitação, adição de nova modalidade (carro ou motocicleta) e troca de categoria (para as C, D, ou E) sem custos. O cadastro vai até o dia 29 de novembro e o sorteio será realizado em 11 de dezembro.

As pessoas beneficiadas pelo programa estarão isentas do pagamento de todas as taxas para os serviços de habilitação, dos exames médicos e psicológicos, do curso teórico-técnico, do curso prático de direção veicular e locação de veículos, e também dos exames teórico e prático. Candidatos reprovados nos exames poderão refazê-los uma única vez, sem ônus, garantido um acréscimo de oito aulas práticas aos reprovados no exame prático. Com a CNH Social, pessoas que vivem de reciclagem, por exemplo, poderão trocar as carroças pela profissão de motorista, exemplificou o Detran.

Também tem o Detran/RS a preocupação de proporcionar às mulheres a condição de se tornarem profissionais de caminhões e ônibus. “Atualmente, menos de 5% dos motoristas profissionais com carteira de habilitação C, D, e E são mulheres”, relatou o diretor-presidente.

O chefe da Casa Civil, Carlos Pestana, destacou que o departamento ganha uma nova dimensão a partir da CHN Social. “O Detran está marcado com a corrupção. Este projeto serve para melhorar a imagem da instituição e dos servidores.

Além disso, é um instrumento de inclusão social”, reconheceu. O secretário de Administração e dos Recursos Humanos, Alessandro Barcellos, avaliou a CNH Social como um serviço de capacitação. “Muitos tinham dúvidas se colocaríamos em prática este projeto. A CNH é requisito para o mercado de trabalho. Vamos tirar muitas pessoas da informalidade e auxiliar na diminuição de acidentes”, explicou. Fonte: Correio do Povo

Comentários

  • (Nenhum comentário enviado)

Poste aqui seu comentário*


Concordo com os termos de comentário*

Termos de Uso dos Comentários*

Seu comentário irá passar por aprovação editorial antes de ser exibido.

Este é um espaço de diálogo e troca de conhecimentos que estimula a diversidade e a pluralidade de ideias e de pontos de vista.

O teor dos comentários deve ser sensato e moderado. Não publicamos comentários com xingamentos, uso de palavras de baixo calão, ofensas ou que incitem à intolerância ou ao crime.

Os comentários devem ser pertinentes ao tema da matéria e aos debates que naturalmente surgirem.

Mensagens que não atendam a essas normas serão deletadas - e o comentarista que habitualmente as transgredir poderá ter interrompido seu acesso ao link de comentários deste Portal.

O autor do comentário deve ser identificado com nome, sobrenome, cidade de origem e e-mail correto.