Filha de Inspetora de Três Passos é carbonizada em Palmeira das Missões. Veja imagens

Corpo de Kimberly Rücker, de 22 anos, filha da inspetora Rejane Ruckert, foi encontrado carbonizado dentro de um Ford Ka que foi incendiado. Veículo foi avistado por trilheiros neste sábado, 12, nas imediações do Colégio Agrícola.

Seg, 14 de abril de 2014

O corpo da jovem Kimberly Rücker (foto), de 22 anos, foi encontrado carbonizado neste sábado, 12, nas imediações do Colégio Agrícola, em Palmeira das Missões. O corpo da jovem de Três Passos estava no interior de um Ford KA que foi incendiado. Ela cursava enfermagem no Câmpus da UFSM, em Palmeira das Missões. Veja abaixo imagens ampliadas de Kimberly Rücker e do Ford Ka incendiado. Foto: Arquivo Pessoal/Facebook

Atualizado às 15h30 deste domingo, 13

 

A jovem Kimberly Rücker, de 22 anos, foi encontrada morta neste sábado, 12, na cidade de Palmeira das Missões.

O corpo dela estava carbonizado dentro de um Ford KA, com placas de Três Passos, às margens da BR-158, entre Palmeira das Missões e Condor.

A jovem era filha da inspetora de polícia Rejane Ruckert, residente no bairro Pindorama em Três Passos, e estudava Enfermagem no CESNOR-UFSM, em Palmeira das Missões.

Um grupo de trilheiros que passava pelo local, que fica a 300 metros longe da rodovia, próximo a entrada do Colégio Agrícola Salete Bobatto, avistou o carro em chamas e acionou a Brigada Militar.

As causas da morte de Kimberly Rücker, ainda são desconhecidas. Fonte: Paulo Marques Notícias

 

Leia também: (Clique na manchete)

 

Velório de corpo de jovem carbonizada acontece em Três Passos. Veja imagens

 

Veja imagens ampliadas de Kimberly Rücker e do veículo incendiado - Fotos do Arquivo Pessoal/Facebook e Sid Farias

 

Comentários

  • Eliane Hidalgo - Rio Grande (Rio Grande do Sul)
    Enviado Seg, 14 de abril de 2014

    Querida colega Rejane, meus mais sinceros sentimentos!

     

    E que Deus te ajude a ter muita força para ir superando este momento de extrema tristeza!

     

    Abraço muito apertado.

     

    Eliane Hidalgo - Rio Grande/RS

  • Paulo Roberto Schneider - Tramandaí (Rio Grande do Sul)
    Enviado Dom, 13 de abril de 2014

    A Polícia tem que encontrar este vagabundo, pois ele não deve ter família para fazer o que fez.

     

    Monstro, vagabundo, que tira a vida de uma jovem cheia de sonhos e destrói a vida de uma família honesta e trabalhadora.

     

    Esta menina era filha de minha colega Rejane, que muitas vezes trabalhamos juntos, investigando vários tipos de crime, e jamais imaginamos que vamos investigar a morte de um filho.

     

    Força, Rejane.

  • Tânia Fortes de Lima - Santa Barbara do Sul (Rio Grande do Sul)
    Enviado Dom, 13 de abril de 2014

    Que país é esse que vivemos!

     

    Pessoas sendo tiradas de suas famílias desta forma !

     

    Triste !

  • Nara Souza - Passo Fundo (Rio Grande do Sul)
    Enviado Dom, 13 de abril de 2014

    Meus sentimentos à toda a família.

  • Denise Schalm - Palmeira das Missões (Rio Grande do Sul)
    Enviado Dom, 13 de abril de 2014

    Triste demais!

     

    Minha vizinha se foi...

     

    Por que tamanha crueldade?

Poste aqui seu comentário*


Concordo com os termos de comentário*

Termos de Uso dos Comentários*

Seu comentário irá passar por aprovação editorial antes de ser exibido.

Este é um espaço de diálogo e troca de conhecimentos que estimula a diversidade e a pluralidade de ideias e de pontos de vista.

O teor dos comentários deve ser sensato e moderado. Não publicamos comentários com xingamentos, uso de palavras de baixo calão, ofensas ou que incitem à intolerância ou ao crime.

Os comentários devem ser pertinentes ao tema da matéria e aos debates que naturalmente surgirem.

Mensagens que não atendam a essas normas serão deletadas - e o comentarista que habitualmente as transgredir poderá ter interrompido seu acesso ao link de comentários deste Portal.

O autor do comentário deve ser identificado com nome, sobrenome, cidade de origem e e-mail correto.