Implantação de residência médica no HCI está próxima de acontecer

Seg, 11 de outubro de 2010

O Hospital de Caridade de Ijuí (HCI),está perto de conquistar um programa de residência médica, que vai trazer inúmeros benefícios, principalmente na especialização dos médicos recém formados. O Corpo clínico do HCI já adota o sistema de somente aceitar o ingresso de novos médicos se o mesmo apresentar um título (especialização). 

Uma comissão de residência médica do HCI, chamada Coreme, formada por médicos como Dr. Edílson Walter, Dr. Robledo Alievi, Dr. Douglas Uggeri, Dr Airton Buss Júnior, Dr. Fábio Silva, Dr. Leonardo Zanatta, e executivos como João Luiz Leone de Senna e Ivone Siqueira, fez um pedido junto ao Ministério da Educação para implantar em Ijuí a residência médica em duas especialidades: clínica médica e cirurgia geral.

A residência médica é uma modalidade de ensino de pós-graduação destinada a médicos, sob a forma de curso de especialização e caracterizada por treinamento em serviço, funcionando sob a responsabilidade de instituições de saúde, universitárias ou não. Funciona em instituições de saúde, sob a orientação de profissionais médicos de elevada qualificação ética e profissional.

No sábado, 9, a comissão estadual de residência médica(Cerem), esteve no HCI para fazer uma vistoria. O presidente da comissão vistoriadora, Dr. Jairo Caovilla e o secretário Dr. Luiz Felipe Matos, foram recepcionados pela diretoria, administração e Corpo Clínico do HCI. Uma série de itens foram observados pela comissão estadual que agora vai apresentar um relatório para a comissão nacional de residência médica(CNRM), que vai dar o parecer final sobre o pedido do HCI.

Segundo o Dr. Jairo Caovilla, o programa de residência médica, cumprido integralmente dentro de uma determinada especialidade, confere ao médico residente o título de especialista. "A expressão “residência médica” só pode ser empregada para programas que sejam credenciados pela Comissão Nacional de Residência Médica", afirma o presidente da comissão estadual.
Para o Dr. Edílson Walter, médico oncologista do CACON e um dos profissionais entusiastas na proposta de implantação da residência médica no HCI , os vistoriadores saíram impressionados e tudo se encaminha para uma aprovação. " Agora, vamos aguardar o parecer da comissão nacional e assim podermos comemorar esta conquista, pois vai qualificar a medicina do HCI e de Ijuí ainda mais", finaliza Walter.

Além do presidente do HCI, Claudio Matte Martins e do vice Cícero Tremea dos Santos, também participaram da vistoria, o diretor-executivo João Luiz Leone de Senna, a gerente de enfermagem Elegiane Dill, a gerente de recursos humanos Elisabete dos Santos, o gerente de tecnologia da informação Paulo Felippin, o diretor técnico Airton Buss Júnior, o diretor clínico Armindo Pydd e os médicos Bruno Wayhs, Fernando Bueno e o André Frizon.

 


Comentários

  • (Nenhum comentário enviado)

Poste aqui seu comentário*


Concordo com os termos de comentário*

Termos de Uso dos Comentários*

Seu comentário irá passar por aprovação editorial antes de ser exibido.

Este é um espaço de diálogo e troca de conhecimentos que estimula a diversidade e a pluralidade de ideias e de pontos de vista.

O teor dos comentários deve ser sensato e moderado. Não publicamos comentários com xingamentos, uso de palavras de baixo calão, ofensas ou que incitem à intolerância ou ao crime.

Os comentários devem ser pertinentes ao tema da matéria e aos debates que naturalmente surgirem.

Mensagens que não atendam a essas normas serão deletadas - e o comentarista que habitualmente as transgredir poderá ter interrompido seu acesso ao link de comentários deste Portal.

O autor do comentário deve ser identificado com nome, sobrenome, cidade de origem e e-mail correto.